HOME|EDITORIAL|Não se cruza um abismo em dois saltos
Não se cruza um abismo em dois saltos
Não se cruza um abismo em dois saltos

Data: 26/01/2018

Que o Fluminense atravessa uma grave crise Institucional, é fato. A reportagem do site UOL, com a data do dia 25/01/2018, foi uma autêntica covardia comandada por gente hipócrita. E o pior, de dentro do próprio clube.

Totalmente direcionada à contaminação dos nomes do grupo “Unido & Forte”, uma vez que serve para, através de mentiras, desviar o foco dos verdadeiros responsáveis pelas “bolas fora” que foram cometidas pelo Departamento de Futebol e pelo Departamento de Comunicação do clube.

E este Observatório do Fluminense é transparente e exclui de forma concreta a figura do Vice-Presidente (deve ser empossado na próxima terça-feira) Fabiano Camargo, dos erros e prejuízos cometidos.

O Presidente Pedro Abad já sabe o que o seu Conselho Diretor pensa em sua grande maioria, é uma questão de escolha. Aliás, este próprio Observatório disse em seu último Editorial que “a vida é feita de escolhas”.

Se o clube neste momento necessita de uma trégua, pois que assim seja. Mas é preciso estar com os ouvidos abertos às urgências históricas que vestem os nossos torcedores. Mesmo conhecedores da péssima realidade financeira, a nossa torcida no mínimo merece ser chamada para uma conversa franca. A Arquibancada quer time forte e títulos. Sempre!

Desde que com os agentes corretos e não pela malograda Comunicação estabelecida dentro do clube.

Domingo o Fluminense voltará a campo contra o Madureira. Faz-se necessário uma vitória convincente, com mais entrega dos jogadores e menos invenções partidas do banco.

Este Observatório do Fluminense conclama os membros do Conselho Deliberativo para que aprovem a indicação do nome de Fabiano Camargo para o cargo de Vice-Presidente de Futebol do Fluminense.

Este Observatório do Fluminense conclama os membros do Conselho Deliberativo para que aprovem a indicação do nome de Miguel Pachá para o cargo de Vice-Presidente Jurídico do Fluminense.

Este Observatório do Fluminense conclama os membros do Conselho Deliberativo para que aprovem a indicação do nome de Fernando Cesar Leite para o cargo de Presidente do Conselho Deliberativo do Fluminense.

Depois de 13 meses de gestão, a correção de rumos é inevitável. Não se cruza um abismo em dois saltos.

O Observatório do Fluminense observa, sempre de forma fiel aos seus princípios.

 

 

Compartilhe
  • Googlemais
comente
GILBER Sobral - 27/01/2018 às 09h04
O problema do fluminense se chama Fluminense, coloquem a política de lado e trabalhem pelo Fluminense.
Responder
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden