HOME|EM FOCO|Leandro Capela|A arquibancada deve ser independente, de todos os lados (por Leandro Capela - "Resenha em 3 cores")
  • Leandro Capela
    Leandro Capela
    Leandro Capela é graduado em Engenharia de Produção pela UFRJ e fascinado por interpretar números. Filho de Oxóssi e apaixonado pelo Fluminense, pela Portela, pela Carolina e por seus cinco cachorros, não necessariamente nessa ordem
Ver mais colunas
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
em foco • Por Leandro Capela • 14 mar 2017
A arquibancada deve ser independente, de todos os lados (por Leandro Capela - "Resenha em 3 cores")

Há alguns anos, o Fluminense mantém publicamente o posicionamento de não financiar quaisquer torcidas, embora tenha feito isso num passado não muito distante. Tal medida, que inclui não distribuir ingressos ou repassar verbas para custear festas, aparenta possuir largo apoio dos tricolores que não fazem parte de nenhuma organizada (e até de alguns que fazem).

Porém, com a iminência do retorno do Fluminense ao Maracanã e a uma competição continental contra um adversário estrangeiro, surgiu a ótima ideia de se fazer um mosaico. Até aí, maravilha. O problema é que alguns replicadores na internet clamaram por uma ajuda do clube no custeio desse mosaico, se dirigindo nominalmente a Pedro Abad.

Curiosamente, um deles foi um candidato derrotado nas urnas no ano passado, com um texto em sua página de campanha eleitoral. Vale ressaltar que todos esses que tentaram de alguma forma pressionar a diretoria a realizar uma prática que, diga-se, até outro dia condenavam, usaram o nome da Bravo 52 de forma indevida.

Alguns torcedores comuns, por inocência, embarcaram na campanha para “fortalecer” o mosaico. Àqueles poucos (mas com voz) que tentaram se aproveitar e instrumentalizar politicamente um setor importante da torcida, meu lamento. Quando a verdade aparece, movimentos orquestrados e vazios se esgotam sozinhos.

Poucas horas após pipocarem manifestações por escrito usando o nome da Bravo, a barra manteve posicionamento coerente ao negar envolvimento com qualquer pedido de aporte financeiro do clube.

Ora, a situação financeira do clube não permite erros nem investimentos fora do seu escopo. Mais que isso, deve evitar investimentos em todas as organizações de torcedores, justamente para manter a independência das instituições. Tenho certeza que a torcida tricolor é capaz de contribuir e ajudar a fazer mais um show na arquibancada. E faremos.

VOLTAR PARA EM FOCO
Compartilhe
  • Googlemais
comente
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden