HOME|EM FOCO|Thiago D’Aguiar|Amanhã é só a primeira batalha de uma guerra de 180 minutos (por Thiago D'Aguiar - "De Tricolor para Tricolor")
  • Thiago D’Aguiar
    Thiago D’Aguiar
    Administrador formado pela Universidade Veiga de Almeida, pai do Gabriel, marido da Nathália, amante de samba, pagode, carnaval e futebol. E, é claro, muito apaixonado pelo Fluminense!
Ver mais colunas
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
em foco • Por Thiago D’Aguiar • 24 out 2017
Amanhã é só a primeira batalha de uma guerra de 180 minutos (por Thiago D'Aguiar - "De Tricolor para Tricolor")

Guerreiros,

Passada mais uma rodada do Brasileiro, na qual tivemos a primeira derrota no mês de outubro, chegou a hora de mudar a chave.

Na verdade, pela aparente dispersão com que o Tricolor entrou contra a Chape, acredito que para os jogadores, erroneamente, aquela mesma chave já havia virado.

Nesta quarta, pela primeira partida das quartas de final da Sul-Americana, seremos os mandantes contra o time da Gávea. Mais importante do que o resultado positivo, é consegui-lo sem levar gols, pois, mesmo que ambas as partidas sejam no Maracanã, haverá o "gol fora de casa".

Certo de que o Abel está ciente disso, ele então tem que corrigir o nosso sistema defensivo, para que os erros bobos dos últimos gols que levamos não se repitam, pois poderão custar muito caro.

O adversário deverá ter desfalques, mas o mesmo conta com elenco para tentar suprir as suas ausências. Diferentemente deles, o Fluminense não possui peças qualificadas para substituir os titulares Sornoza e Henrique Dourado, poupados do jogo no último domingo. Por isso espero que eles estejam em campo amanhã.

Espero também que o time entre muito focado e jogue com a tranquilidade necessária para trabalhar bem a bola, inteligência para encontrar o melhor momento em deixar um companheiro com chance clara de gol e raça, para não dar espaços para o adversário trabalhar suas jogadas e, muito menos, pensá-las.

Que os nossos jogadores repitam o feito de 2009 quando, também na luta contra o rebaixamento, conseguiram chegar à final da Sul-Americana e escapar do Z4.

Que nós, torcedores tricolores, repitamos nesta quarta o show que temos dado nas últimas partidas.

Nosso time precisa muito de nós e de nossa força!

Amanhã é só a primeira batalha de uma guerra de 180 minutos.

Todos ao Maracanã!

Saudações Tricolores!

VOLTAR PARA EM FOCO
Compartilhe
  • Googlemais
comente
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden