HOME|EM FOCO|Nelson Ferreira|No Flu existe pressão e uma torcida que quer ser campeã (por Nelson Ferreira - “No boteco do Nelsinho”)
  • Nelson Ferreira
    Nelson Ferreira
    Nelson Ferreira tem 29 anos, é empresário do ramo de entretenimento, faz parte do elenco fixo do Hangout do Explosão Tricolor, amante do futebol e todos os dias dá graças a Deus por ter nascido tricolor.
Ver mais colunas
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
em foco • Por Nelson Ferreira • 19 dez 2017
No Flu existe pressão e uma torcida que quer ser campeã (por Nelson Ferreira - “No boteco do Nelsinho”)

Fala galera tricolor!!!

Nessa minha nova coluna vou dizer o que penso do ano de 2017, o que espero de 2018 e a minha avaliação sobre o primeiro ano da gestão Abad.

O ano começou avassalador, já sabíamos da escassez de grana deixada pela gestão Peter, porém, com o título da Taça Guanabara e as exibições empolgantes do time, sonhamos com títulos e, principalmente, com a vaga na Libertadores.

Entretanto, os poucos reforços, um deles sendo Romarinho, a falta de experiência, o número excessivo de lesões e, principalmente, a falta de mentalidade de clube grande fizeram com que o time no final de tudo brigasse para não cair (como tem acontecido desde 2013). No fim de tudo foi um ano ruim.

Falando um pouco sobre a gestão Abad...

Um presidente que parece ser boa pessoa. O conheci muito pouco no período eleitoral, sei que é um cara que respira Fluminense e que está em todo canto com o clube. Porém, não é somente de boa gente que o Fluminense precisa, ele precisa de um grande presidente que ESCUTE sua base política para que tenhamos um Fluminense grande do jeito que tem que ser.

Como exemplo, temos a pasta de Finanças com o Diogo Bueno, de primeiro mundo.

Sim, o jovem dirigente tem tirado leite de pedra e trazido bons nomes para compor o corpo executivo do clube. Por outro lado, a Comunicação do clube está um lixo, lixo é pouco, não sabe sequer o currículo do novo gerente de futebol.

Se temos o Sandor Hagen cuidando muito bem de sua pasta, a de Governança, fazendo com que o Fluminense ande de forma profissional, por outro lado temos o presidente dando ingressos para torcedores e cometendo erros infantis.

Se o ano foi ruim dentro de campo, fora dele ficou pior ainda devido a alguns acontecimentos e exageros da mídia também.

E para completar temos um dentista como vice de futebol, onde torço e espero que faça um ótimo trabalho.

Em 2018 temos que ter uma mentalidade de Fluminense, pensar grande. Não é pegar o microfone na coletiva e chorar que está sem dinheiro. Tem que buscar soluções e tentar o equilíbrio dentro da gestão. Isso tem que ser o ponto principal de tudo.

Ver Roger Guedes negando jogar no Fluminense é de doer o coração, porém, como apaixonado por futebol, o que me dói é saber que o Marcelo Teixeira, que outrora achou o Lanzini, não conhecia o Barco, o meia esquerda do Independiente que fechou sua transferência para o Atlanta da MLS.

São esses caras que temos que ficar de olho, jogadores que vão dar o sangue pelo clube em troca do seu prato de comida.

Time que está sem grana tem que olhar o mercado de maneira mais profunda.

A maior vergonha pro Fluminense em 2017 foi ver a Chapecoense, que perdeu seu time num acidente de avião, conseguir (de forma merecida) sua vaga para a Libertadores com um time todo montado por empréstimo e jogando na raça com o sonho de disputar a competição internacional.

Sr. Presidente, precisamos de jogadores que queiram vestir a nossa camisa, tenham mentalidade de vencedor e, principalmente, saibam que no Fluminense existe pressão e uma torcida que quer ser campeã.

Que em 2018 Autuori e Abel consigam montar um time vencedor e que nós tricolores voltemos a sonhar.

Ótimo Natal para todos e feliz 2018.

Saudações tricolores

 

VOLTAR PARA EM FOCO
Compartilhe
  • Googlemais
comente
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden