HOME|EM FOCO|Nelson Ferreira|Time de Guerreiros e um presidente covarde (por Nelson Ferreira - “No boteco do Nelsinho”)
  • Nelson Ferreira
    Nelson Ferreira
    Nelson Ferreira tem 29 anos, é empresário do ramo de entretenimento, faz parte do elenco fixo do Hangout do Explosão Tricolor, amante do futebol e todos os dias dá graças a Deus por ter nascido tricolor.
Ver mais colunas
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
em foco • Por Nelson Ferreira • 24 abr 2018
Time de Guerreiros e um presidente covarde (por Nelson Ferreira - “No boteco do Nelsinho”)

Domingo de sol no Maracanã, onde pôde-se ver um jogo digno do Fluminense. Mesmo com um time limitado, os jogadores brigaram contra tudo e contra todos e conseguiram segurar uma vitória com unhas e dentes.

Um verdadeiro prêmio para a torcida Tricolor, que não aguentava mais perder pontos ou jogos nos últimos minutos. A defesa milagrosa do Júlio César no penúltimo minuto valeu o ingresso.

Porém, com o Fluminense atual não conseguimos ficar 24 horas seguidas 100% felizes.

Ontem, no dia seguinte à partida, o jornalista da moda e novo comediante, o rapaz do Fantasy Game Cartola das Organizações Globo, fez uma piada infeliz, anedota de botequim em um programa que não pede esse tipo de coisa. Moral da história: a torcida compra o barulho do Fluminense, a Torcida Organizada Young Flu emite nota oficial, entretanto, os encarregados de fazer a defesa Institucional se acovardam.

Aliás, covardia tem sido o sinônimo dessa diretoria do Abad. Promessas não cumpridas, isolamento do presidente, e o principal: o 2 papos! Sim, o clube tem um presidente 2 papos que não honra com sua palavra.

Primeiro trata o torcedor do Fluminense como se fosse um ser qualquer. A nossa torcida merece respeito.

Depois fazem investimentos errados, confia demais em que não tem feito um bom trabalho no respectivo departamento faz tempo e, para piorar, se alia a um rival político que até bem pouco tempo era unha e carne do Mário Bittencourt, o Fernando Simone.

Atentem para o fato: em três dias o time Sub-20 do Fluminense sofreu agressão em São Januário, fomos garfados no Maracanã contra o Cruzeiro e ontem o caso do cartoleiro do SporTV. E o que fez o Presidente Abad diante disso?

Nada!

Nada é algo que vem acontecendo muito na sua gestão, de comando ao Deus dará, onde tudo depende da fé e do dia que os jogadores decidirem ser super heróis.  Sabemos que o se o elenco do ano passado não era bom, este ano piorou. Somente com a raça e a vontade dos jogadores pode se compensar algumas vezes.

Eu como torcedor procuro sempre me animar com o time, mas quando olho para a figura do presidente Abad, desanimo automaticamente. Sei que o time é limitado e, principalmente, também sei que o time não terá reforços à altura.

Antes de terminar, gostaria de pedir desculpas pela ausência de quase dois meses sem escrever coluna. A vida está corrida demais. Além do trampo puxado, hoje estou investindo na área de E-sports e isso tem tomado bastante meu tempo.

O compromisso do torcedor com o time será nesse final de semana contra o São Paulo e o compromisso do torcedor com o clube será protestando sempre contra a péssima gestão do Sr. Abad.

Abraços e Saudações Tricolores

VOLTAR PARA EM FOCO
Compartilhe
  • Googlemais
comente
ASilva - 25/04/2018 às 08h28
Absurdo de gestão que apequena e desmoraliza o clube . Duas perguntas para que souber responder . 1ª Qual a situação do processo movido pelo Fluminense contra a antiga fornecedora de material esportivo a Dry World . 2ª O Wellington Silva vendido , emprestado ou dado para o Internacional pois afinal , que recebemos em troca ??
Responder
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden