HOME|EM FOCO|Edgard Nascimento Neto|Segredos & Mentiras 2: o retorno (por Edgard Nascimento - “Testemunha da história”)
  • Edgard Nascimento Neto
    Edgard Nascimento Neto
    Carioca, Engenheiro, Tricolor desde sempre, fã incondicional do futebol. Frequenta os estádios desde 1959, aos cinco anos. De Laranjeiras, para o mundo.
Ver mais colunas
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
em foco • Por Edgard Nascimento Neto • 09 mai 2018
Segredos & Mentiras 2: o retorno (por Edgard Nascimento - “Testemunha da história”)

Em 21 de março passado, escrevi a coluna "Segredos & Mentiras". Minha indignação pelo que ocorria no nosso Clube, não era só minha.

Após redigir aquele texto, pensei que me dedicaria, quando a rotina permitisse, apenas aos comentários sobre nosso time, bem como descrever memórias de nossas atuações e títulos. Imaginei que as notícias ruins, finalmente, não mais apareceriam com tanta intensidade.

Qual o quê!

Neste início de maio, surgiu a notícia de que o Fluminense, INACREDITAVELMENTE, não finalizou dentro do prazo previsto o balanço financeiro obrigatório que todos os clubes devem publicar, até o último dia do mês de abril. Apenas um "rascunho" foi liberado - pasmem - sem assinatura!

Como assim? De que maneira o Presidente do Fluminense Football Club, Pedro Abad, um auditor da Receita Federal, autorizou tal disparate? Além de "perder" o prazo, ainda determinou a publicação de um arremedo incompleto, sem identificação de responsabilidades.

É difícil acreditar no que ocorre no Fluminense.

Segredos. Mentiras. Decepções.

Tudo isso vem em um crescente, mormente desde quando aqueles inconsequentes conselheiros, do tal "maior grupo de apoio" ao atual Presidente, aprovaram, de modo pateticamente teleguiado, as contas da gestão passada.

A referência acima é atual, porém as trapalhadas já possuem uma trilha anterior de SEIS ANOS, pavimentada pelo desconhecimento total da gestão anterior do que seja o FUTEBOL. O tal grupo NADA entende do esporte, que é a essência do nosso Clube.

Os integrantes e "debandantes" do referido grupo vão criticar e cobrar o quê? Macacos, olhem o vosso rabo...  

Estamos aguardando beneplácitos de tolerância das entidades competentes quanto ao atraso das demonstrações contábeis. É lamentável chegar a esse ponto. Vamos torcer para que sanções não sejam impostas ao Fluminense, que encaminhou justificativas para a não apresentação dos tais balanços.

Tudo isso poderia ser evitado.

Torna-se evidente e imperioso que as contas de 2016 sejam reabertas. Todos os verdadeiros Tricolores sabem, direta e simplesmente, que, sem esse expediente, não se pode publicar um balanço real do ano passado.

Quem não deve, não teme.

Saudações Tricolores!

 

TOQUE SUTIL: Realidade

Transparência já!

VOLTAR PARA EM FOCO
Compartilhe
  • Googlemais
comente
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden