HOME|NOTÍCIAS|Retrospecto de longos jejuns de vitória serve de exemplo para Fluminense reagir
Na Mídia • Por Hugo Perruso - O DIA - Foto: Nelson Perez / Fluminense F.C. • 09 out 2017
Retrospecto de longos jejuns de vitória serve de exemplo para Fluminense reagir

As cinco rodadas sem vencer no Campeonato Brasileiro já são o pior momento do Fluminense nesta temporada. Mas, infelizmente, não é novidade. Em queda livre na principal competição do país, o Tricolor tem amargado longos jejuns de vitórias nos últimos anos, o que torna o clássico com o Flamengo de grande importância para não deixar a sequência negativa crescer ainda mais, assim como aconteceu em 2013, 2015 e 2016.

Não é coincidência que nesses três anos de jejuns longos o Fluminense tenha terminado na parte de baixo da tabela. Ano passado, o clube chegou a completar dez rodadas sem vencer na reta final e terminou em 13º lugar. Mesma colocação de 2015, quando a sequência negativa foi de oito partidas.

Talvez o ano de 2013 seja o que melhor sirva de lição para o elenco atual. O Fluminense amargou nove jogos sem vencer e o jejum começou em momento parecido com o deste ano na 25ª rodada, enquanto em 2017 foi na 21ª. Por causa da sequência negativa, o Tricolor entrou na zona de rebaixamento e, com pouco tempo para se recuperar no campeonato, só se livrou do rebaixamento graças ao erro da Portuguesa no Caso Heverton.

Apesar de o clube não ter aprendido com os erros do passado recente, Henrique Dourado, que estava no elenco do ano passado, acredita que dessa vez será diferente e o jejum não crescerá mais.

"A diferença é o que nós já apresentamos nesse ano. É o que fará a gente sair dessa situação se voltarmos a repetir. Estamos enfrentando um obstáculo que só vai passar com o trabalho. Não tem tempestade que dure para sempre. Uma hora essa fase vai acabar", afirmou o camisa 9: "Esse ano é difícil apontar um time que não tenha passado por momento difícil. Claro que um vive mais que outro."

O problema para os torcedores é saber quando essa má fase acabará. Dos 20 clubes, só Sport e Coritiba têm uma sequência pior do que o Flu neste momento do Brasileiro, pois estão há sete jogos sem vencer. Não à toa, os dois estão na zona de rebaixamento. E se os tricolores não quiserem entrar no Z-4 na próxima rodada, não podem tropeçar no Flamengo na quinta-feira.

Além disso, um resultado positivo contra o eterno rival, inclusive, é visto como um combustível a mais para a recuperação do time nesta reta final."Voltando as vitórias a confiança de todo elenco e o astral virão junto", avisa Henrique Dourado.

Compartilhe
  • Googlemais
comente
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden