HOME|NOTÍCIAS|Após reunião com Abad, Abel acerta permanência no Fluminense
Futebol • Fonte: GloboEsporte.com - Foto: André Durão / GloboEsporte.com • 06 dez 2017
Após reunião com Abad, Abel acerta permanência no Fluminense

Agora é oficial: Abel Braga fica no Fluminense. O treinador anunciou a decisão nesta quarta-feira. Na noite do dia anterior, em reunião com o presidente Pedro Abad, acertou as bases do trabalho para a próxima temporada.

O treinador tem contrato até 31 de dezembro de 2018. Porém, dada as dificuldades encontradas no ano, decidiu conversar com a direção para encontrar alternativas de melhora. Os atrasos salariais dos jogadores era uma das preocupações de Abelão.

O acerto revelou um outro desejo de Abel: ser o segundo técnico com mais jogos pelo Tricolor. Faltam três partidas. O primeiro da lista é Zezé Moreira, com 474 partidas. Atrás dele, o uruguaio Ondino Viera e seus 297 duelos. Abelão tem 294.

- Desde que voltei, disse que queria chegar a ser o segundo treinador a dirigir por mais vezes o clube. E esse foi um dos motivos de não ter aceitado o convite de três clubes da China e de outros aqui do Brasil. Além disso, não gostaria de largar o Fluminense nesse momento difícil. Sem falar que tenho um ótimo relacionamento com o Pedro (Abad) e o Cacá (Cardoso, vice-presidente). Todos sabem da enorme identificação que tenho com essas três cores. E a votação do torcedor pela minha permanência, através de um site, me sensibilizou e me encheu de orgulho. Espero retribuir com um time que possa, da mesma forma, orgulhar o torcedor - declarou o técnico, em comunicado divulgado pela assessoria de imprensa.

Abel não revelou a qual enquete se referia. Porém, o GloboEsporte.com fez uma. E o resultado apontou 86% dos votos pela permanência dele.

Esta é a terceira passagem de Abel como treinador do Fluminense. As outras foram em 2005, quando conquistou o Campeonato Carioca, e em 2011/2013, quando levou o clube novamente ao título estadual e ainda foi campeão brasileiro, ambos em 2012.

Compartilhe
  • Googlemais
comente
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden