HOME|NOTÍCIAS|Flu fecha empréstimo de Derlan e Peu para o Paysandu, e encaminha o de Nogueira para o Figueirense
Na Mídia • Por Caio Blois - GloboEsporte.com - Foto: Nelson Perez - Fluminense F.C. • 07 dez 2017
Flu fecha empréstimo de Derlan e Peu para o Paysandu, e encaminha o de Nogueira para o Figueirense

O Fluminense está bem próximo de emprestar três jovens de Xerém. O atacante Peu e o zagueiro Derlan estão fechados com o Paysandu, enquanto Nogueira tem acerto encaminhado com o Figueirense. Os contratos seriam até o fim do estadual, com possibilidade de renovação até o fim do ano, visando a disputa da Série B. A diretoria não confirma, mas admite a negociação.

A ideia da diretoria tricolor é colocar o trio da base em evidência no cenário nacional. Por isso, os jogadores, que estão nos planos da diretoria para entrarem no projeto Plano de Carreira, ficariam durante todo o ano de 2018 nos clubes, incluindo a disputa da Segundona nacional.

Com o Paysandu, o esquema será em parceria. O Fluminense arcará com os salários de Derlan, campeão brasileiro sub-20 em 2015 pelo Tricolor e que esteve emprestado ao Boavista em 2017. Já Peu terá grande parte de seus vencimentos arcados pelo clube paraense. Destaque do Flu Samorin na temporada passada, o atacante recebeu chances com o técnico Abel Braga. Artilheiro na Eslováquia com 23 gols em 32 partidas, ele também teve passagens por Avaí, Legia Varsóvia (Polônia), Santos Laguna (México) e Metropolitano-SC.

O zagueiro Nogueira, que chegou a ser titular do time tricolor em algumas partidas na atual temporada, também está bem próximo de acertar sua ida para o Figueirense. O acerto seria nos mesmos termos. O Flu, como de praxe, não confirma o acerto, mas admite que as negociações para o empréstimo do trio estão bem encaminhadas.

Compartilhe
  • Googlemais
comente
João Aníbal Lemos - 07/12/2017 às 16h43
Nogueira poderia ter sido a revelação na zaga do Flu, mas o Abel não deu força para o garoto, assim como fez com o Léo, "Zé Ruela", Wendell, Cavallieri (chegou a barrá-lo) e ao Scarpa que no esquema do Abel é ponta-direita ou ponta-esquerda. No final da partida contra o Atlético Goianiense o Scarpa atuou os vinte minutos finais como meia e criou duas excelentes chances para o Dourado e uma para o Mathues Alessandro. O Abel é cego não vê isso. Ele deveria ter ido embora. O seu chefe da defesa é o Renato Chaves!
Responder
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden