HOME|NOTÍCIAS|Henrique Dourado revela quais eram as cinco metas em 2017
Futebol • Fonte: Comunicação/FFC - Foto: Lucas Merçon/FFC • 07 dez 2017
Henrique Dourado revela quais eram as cinco metas em 2017

O artilheiro do Brasil finalmente abriu o caderninho. Com o fim da temporada, Henrique Dourado, enfim, mostrou o famigerado bloco de metas para 2017. Ao longo de todo ano, quando foi perguntado sobre objetivos pessoais, o camisa 9 se esquivou dos repórteres, tal qual fazia para escapar dos zagueiros dentro da área. Mas agora, artilheiro do Campeonato Brasileiro com 18 gols, tendo marcado 32 vezes no ano, o Ceifador topou mostrar quais foram os objetivos estipulados lá em Janeiro.

- Eu não falei dessa meta antes porque as pessoas poderiam pensar que tinha rolado uma acomodação. Do tipo "ele chegou aos 30 gols e não está se esforçando mais". A bola podia simplesmente parar de entrar - disse o Ceifador.

No mesmo caderno onde faz anotações sobre as economias e assuntos religiosos, Henrique Dourado, no dia 19 de janeiro, escreveu cinco metas para o ano de 2017. Três foram cumpridas integralmente, uma foi atingida, mas com gostinho de "quero mais", enquanto outro objetivo ficou para as próximas temporadas.

- O famoso caderno do qual eu falei no início do ano. Aqui não tem só as metas traçadas, mas várias outras coisas pessoais. Estou muito feliz porque a gente trabalha para esses momentos. E trabalhando eu consegui alcançar, junto com a ajuda dos meus companheiros, algumas das metas que tracei. Tomara que nos próximos anos possa ter mais sucesso - projeta o atacante.

 

As cinco metas do Ceifador:

1ª - Levantar uma taça

- Os meninos falaram da Taça Guanabara. Tá certo, não deixa de ser uma conquista, mas confesso que não era o título que eu mais desejava. Pensava em Campeonato Carioca, Sul-Americana... Então fica o gostinho de que poderia ter sido melhor.

2ª - Atingir minha melhor marca

- Tinha feito 25 gols na temporada de 2014. Consegui superar essa marca.

3ª - Fazer 30 gols no ano

- Se não me falha a memória, foi contra o Avaí, no Maracanã. Um gol que eu virei todo desengonçado. Quando eu atingi essa meta, conversei com a minha esposa e a gente decidiu aumentar para 35 gols. Mas a meta original eu superei.

4ª - Ser artilheiro de algum campeonato

- Engraçado que eu não determinei qual campeonato. Podia ser qualquer um. Graças a Deus eu estou realizando esse sonho de criança. Acho que todo atacante almeja ser artilheiro de um campeonato como o Brasileirão.

5ª - Seleção Brasileira

- Creio que ainda está por vir. Vai continuar sendo uma das minhas metas. Não vou deixar de sonhar...

 

Compartilhe
  • Googlemais
comente
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden